Governo de Goiás inaugura Unidade Prisional de Planaltina de Goiás

Governo de Goiás inaugura Unidade Prisional de Planaltina de Goiás

O Governo de Goiás inaugurou, no dia 2 de setembro, a Unidade Prisional Especial de Planaltina de Goiás - obra com gestão da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), em parceria com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) e Secretaria de Segurança Pública. O governador Ronaldo Caiado participou da solenidade ao lado do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Também estiveram presentes o presidente da Goinfra, Enio Caiado, o diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Fabiano Bordignon, o diretor-geral de Administração Penitenciária, Coronel Wellington Urzêda, secretários de Estado, deputados federais e estaduais, outras autoridades municipais e estaduais.

Na ocasião, o ministro Sérgio Moro parabenizou o governador pela entrega da unidade prisional. “É uma unidade toda equipada e já com os agentes penitenciários. Está pronta para funcionar tão logo haja a transferência dos presos. O governo de Ronaldo Caiado está na direção certa com a inauguração desse presídio”, reconheceu. Seguindo as metas determinadas pelo governador Ronaldo Caiado para o sistema penitenciário de Goiás, a Unidade Prisional Especial de Planaltina cria novas 388 vagas, com total controle do cárcere e oportunidades de ressocialização aos detentos. “Esta é uma penitenciária modelo dentro daquele molde mais atualizado que existe, com total segurança, para que as pessoas não venham daqui de dentro determinar a violência lá fora e, muito menos, a continuidade da prática da criminalidade”, anunciou Caiado.

Estrutura da Unidade
Localizada na Rua Elizio Vaz, em Planaltina de Goiás (GO), em uma área total de 45.772 metros quadrados, a construção da unidade prisional foi iniciada em maio de 2017. A área construída é de 6.982 metros quadrados. Durante a solenidade, o presidente da Goinfra, Enio Caiado, junto com outras autoridades, foi mencionado pelo trabalho realizado, ao receber do diretor-geral de Administração Penintenciária, placa de homenagem.  Para ele, entregar uma obra como este presídio, com aporte do governo federal, é símbolo dos esforços em conjunto para proporcionar mais ferramentas de segurança pública no Estado. Segundo o presidente da Goinfra, um dos diferenciais de construção dessa unidade é sua composição arquitetônica. Não há fiação nas celas, a iluminação está no corredor, a água do chuveiro é aquecida via central e as tubulações estão em um corredor técnico.

Um sistema de muralha que fecha todos os blocos, com quatro guaritas, também é um diferencial da obra. Foi construída uma passarela sobre a muralha para que agentes possam circular pelas guaritas e ter visão total dos blocos. Construída com recursos do Tesouro Nacional, a Unidade Prisional Especial de Planaltina é a primeira prisão de segurança máxima do Estado construída seguindo o modelo padrão do Depen. A Unidade dispõe de 48 celas, pátio e refeitório, módulo de vivência coletiva, de, módulo de saúde e tratamento químico, módulo de tratamento penal; de serviços; de revistas; módulo de triagem, inclusão e isolamento e módulo de administração.

Entre os equipamentos instalados na unidade, o destaque é o scanner corporal (BodyScan), único disponível no Estado. A nova penitenciária estadual conta ainda com um sistema de vídeo monitoramento com 105 câmeras, portal detector de metais e esteira de raio-x para inspeção de entrada de materiais. Ao todo, foram investidos cerca de R$33 milhões em estrutura e aquisição de equipamentos. Além da inauguração do complexo prisional, o governador entregou rádios móveis e portáteis, armamentos, coletes, algemas de transporte e tornozelo; também colchões, lençóis, kits de uniformes e de higiene pessoal para os presos.

Confira as fotos da solenidade aqui.