Obras rodoviárias são inciadas

Obras rodoviárias são inciadas

22 de julho de 2011

      O governador Marconi Perillo autorizou a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) a retomar as obras de pavimentação de nove trechos rodoviários com extensão total de cerca de 281 quilômetros. Máquinas e equipamentos se encontram nas rodovias e executam os serviços de terraplenagem e pavimentação, que possuem financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Para a conclusão dos 131 quilômetros restantes serão gastos R$ 74,7 milhões.

      As obras serão construídas com investimentos de cerca de 12% a menos do valor contratual, devido ao resultado de negociações lideradas pela Agetop junto às empresas. “Conseguimos uma redução no valor da obra, assegurando a mesma qualidade e prazo de conclusão”, explica Jayme Rincón. Os trechos em obras são:

Rodovia

Trecho

GO-020

Pires do Rio/BR-050

GO-154

Araçu/Avelinópolis

GO-164

Paraúna/Acreúna

GO-230

Itapuranga/Uruana

GO-324

Britânia/Itacaiú

GO-410

Edeia/Entr. GO-325 (Porteirão)

GO-437

Anápolis/Gameleira

GO-446

Iaciara/Posse

GO-457

GO-301/Divisa GO-MG

      O governo de Goiás também autorizou, por meio de um termo de parceria com a mineradora Yamana Gold, do Canadá, a construção dos anéis viários nos municípios de Campinorte e Alto Horizonte. Com uma extensão de 3,5 quilômetros, o anel viário de Campinorte ligará a rodovia GO-428 à BR-153. Construída por meio de uma parceria público privada, a obra custará R$ 2, 7 milhões e o prazo para execução será de 180 dias. O outro anel viário, em Alto Horizonte, cujo projeto está em finalização, também será realizado em parceria e terá aproximadamente 3 quilômetros, contornando o município para ligar a GO-556 à GO-347. O custo previsto desta obra é de R$ 2,5 milhões.