Goinfra consegue autorização para pleno funcionamento  dos aeródromos goianos

Goinfra consegue autorização para pleno funcionamento dos aeródromos goianos

Aeródromos que haviam recebido notificação (NOTAM) do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) já estão em pleno funcionamento em Goiás. A ação ocorreu depois de iniciativa da nova gestão da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) que manteve contato direto com o órgão ligado à Força Aérea Brasileira para processo de regularização das operações dos aeródromos e, antes do prazo exigido, conseguiu a liberação.

 O Governo anterior do Estado de Goiás não apresentou as correções exigidas no Plano Básico de Zona de Proteção de Aeródromo (PBZPA), deixando processos de irregularidades que levaram à suspensão das operações. As unidades aéreas que haviam recebido a notificação e estão liberadas são: Alto Paraíso, Aragarças, Campos Belos, Ceres, Mozarlândia, Pirenópolis, Porangatu, Posse, Quirinópolis, São Miguel do Araguaia e Uruaçu. O aeródromo de Santa Helena tem homologação municipal e a Prefeitura é responsável pela administração da pista que recebeu notificação.

O presidente da Goinfra, Enio Caiado, explica que o órgão estadual está comprometido a dar continuidade a todos os processos técnicos que permitam o regular funcionamento dos aeródromos. Uma nova dinâmica para garantir a manutenção e a segurança operacional já foi estabelecida e é prioridade das ações da Goinfra - responsável pela administração aeroportuária de 26 aeródromos no Estado de Goiás, conveniados com a Secretaria Nacional de Aviação Civil.